Coma Comida de Verdade

Não importa a sua idade, sua crença, sua religião, sua profissão, sua rotina, seus objetivos, na hora de se alimentar SEMPRE a melhor escolha será COMIDA DE VERDADE.

E o que é comida de verdade? Nada mais é que os alimentos que são vendidos da forma que vieram ao mundo (rs) – legumes, verduras, frutas, carnes vermelhas, peixes, aves, ovos –  ou ainda aqueles que passaram por pequenas intervenções, mas sem a adição de outros ingredientes, como as farinhas, frutas secas, iogurte natural (com leite e fermento somente), chás, café, grãos, nuts.

Comer comida de verdade, inclusive, é uma excelente estratégia para quem quer emagrecer!

Existem alimentos e ingredientes que são inflamatórios e não agregam nutrientes e benefícios para nossa saúde, gerando ainda um ciclo vicioso de cada vez querermos comer mais. Isso gera ainda um aporte calórico maior que o necessário, com ingestão de calorias vazias (sem valor nutricional relevante), que vai gerar acúmulo de gordura.

É claro que o consumo excessivo e sem limites, mesmo que de alimentos naturais, saudáveis, não é bacana. Mas tenha certeza de que qualquer troca de um fast food, de pacotinhos com corantes e conservantes artificiais, de congelados industrializados, por frutas, verduras, legumes, por comida de verdade, vai ser sempre a melhor opção.

Alimentos industrializados podem ser excelentes para facilitar o nosso dia a dia, mas precisamos consumi-los com cautela, e prestar muita atenção no rótulo! Existem diversas opções industrializadas feitas 100% com comida de verdade, com ingredientes naturais, minimamente processados e que podem ser consumidos com frequência.

Leia sempre os rótulos dos produtos que consome. A lista de ingredientes sempre trará no início o ingrediente que é presente naquele produto em maior quantidade, até finalizar com o que tem em menor quantidade. Listas muito extensas precisam ser um ponto de atenção, pois podem conter diversos ingredientes ultra processados, químicos, que de nada agregam para nossa saúde. Começou a ler um monte de nomes que não sabe o que é, que mal consegue chegar no final da palavra, descarte, esse produto pode ter ingredientes desnecessários para mantermos nosso corpo saudável.

Muita gente acha difícil manter uma alimentação equilibrada, predominando comida de verdade no dia a dia. Entre outros fatores, incluindo a grande oferta de produtos industrializados, as pessoas irem cada vez menos para a cozinha para prepararem suas refeições, terem cada vez menos tempo de fazerem suas compras, temos a cultura de achar que essa ou aquela refeição estão associadas a alimentos específicos.

Você já parou para pensar no porque consumir no lanche da tarde uma “barrinha” dita de cereais cheia de açúcar e outros ingredientes estranhos, tendo as castanhas e as frutas em quantidades super reduzidas, e ainda achar que está abafando e sendo super saudável? rs. Ou então um pão de queijo com muitos outros ingredientes além do queijo, do polvilho e temperos? Ou aquele salgado assado recheado com embutidos cheio de ingredientes estranhos no rótulo? E aquela coxinha temperadinha com cubinhos de caldinho de frango cheio de pozinhos nos ingredientes?

São apenas alguns exemplos que podem ser substituídos por um iogurte natural feito somente com leite e fermento lácteo (é só ler o rótulo, existem diversas marcas de qualidade no mercado), o qual se você não tolerar comer sem adoçar, pode acrescentar uma manga picada bem docinha, uma banana, pedacinhos de maçã, de morango, e ainda mel, melado, açúcares mais nutritivos como o mascavo, o demerara, o de coco.

Um mix de castanhas levado ao forno regado com mel e óleo de coco vira uma deliciosa granola para substituir aqueles flocos de milho açucarados.

Comer comida de verdade é mais fácil do que pode parecer, e mais barato do que muitos pacotinhos!

Eu fico muito orgulhosa em saber que a nossa maior despesa com alimentação em casa, ou melhor, nosso maior investimento, está com produtos de hortifruti – legumes, verduras, frutas, proteínas animais e vegetais.

Não é necessário complicar, achar que você só vai ser saudável se consumir produtos orgânicos e todos aqueles super alimentos que são divulgados na internet. Não, uma alimentação saudável se faz com chuchu, cenoura, inhame, batata doce, abóbora, abobrinha, vagem, quiabo, tomate, alface, couve, banana, maçã, manga, mamão, abacate, ovo, carne de segunda, frango… são possibilidades que todo mundo tem!

Não espere a segunda-feira para começar a mudar seus hábitos. Tá indo almoçar agora? Já preste atenção nas opções disponíveis. Vai tomar café da manhã? Dá uma olhadinha no rótulo dos produtos que consome. Dê uma olhada nos seus armários, na sua geladeira, na sua dispensa, e faça uma avaliação crítica do que você coloca na sua casa, de que forma nutre sua família.

Hoje quis fazer uma introdução a respeito do assunto, mas há muitas formas de destrinchar o tema. Aguardem que ainda teremos textos que certamente te ajudarão a se inspirar e a colocar em prática hábitos mais saudáveis.

Por hora, pare e pense sempre que for comprar ou consumir algo. Essa é realmente sua única opção? E se for, como pode fazer para ter outras alternativas da próxima vez.

Beijos – Mari

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.