Quero Emagrecer: Por Onde Começar?

Quero Emagrecer! Quem nunca disse essa frase na vida? Não tem jeito, a maioria das mulheres têm esse desejo. Muitas já tentaram de algumas alternativas, algumas com sucesso, outras fracassadas, e o que mais vemos são casos do “efeito sanfona”, o uso de dietas malucas, com ações que não são sustentáveis ao longo do tempo.

Eu já falei aqui sobre a aceitação do meu corpo depois de duas gestações e o start que tive para querer mudar , quando cuidar de mim passou a ser prioridade. E de fato, eu mudei meu corpo, eu resolvi o que me incomodava, meu abdômen dilatado e com muita gordura acumulada. Desde a decisão de fazer diferente, de mudar meu estilo de vida, até chegar onde estou agora foram uns 6 meses. Vejam nas imagens abaixo como eu chegar onde estava não foi de uma hora para outra.

Eu em 2010, com um corpo bem bacaninha ao meu ver.

Eu em 2011, na minha lua de mel, com celulites nas coxas e um acúmulo de gordura inferior no abdômen, o que ainda não me incomodava

A imagem que me mostrou que eu precisava fazer alguma coisa! De maiô preto, com uma barriga gigante!!!! Imagine pelada como estava kkkkkk

Primeira imagem superior da esquerda, eu em Novembro de 2017. Última imagem interior da direita, eu em Maio de 2018.

Percebem que eu não fiquei barriguda da noite para o dia? Foi um processo, foram anos de hábitos alimentares errados, o metabolismo que com o passar dos anos vai ficando mais devagar, as duas gestações, o sedentarismo em diversos momentos da vida que me levaram a isso.

Mas pois bem, que eu emagreci todo mundo vê nas imagens, mas como eu consegui isso?

Assim como engordar foi um processo, emagrecer também foi. Só que o meu processo não é igual ao seu, então, hoje, tendo passado por diversas fases eu te digo, não se compare e não se baseie em como NINGUÉM conseguiu emagrecer, porque a forma que um conseguiu, pode não ser a maneira mais adequada para você.

Você pode SE INSPIRAR na determinação, no foco, na disciplina de outras pessoas. Mas entenda que cada corpo é um e cada um responde de uma maneira diferente a esse processo.

Porém, existem algumas coisas que são comuns para qualquer pessoa que emagrece com saúde, e são esses pontos que vou abordar aqui com vocês.

A primeira coisa que você vai precisar é, de fato, querer emagrecer e ter isso como uma prioridade no seu dia a dia. Se quando você pensa em emagrecer já começa a colocar empecilhos do tipo: vou esperar segunda-feira, tenho que fazer as compras da dieta, não consigo viver sem pão, comer saudável é muito caro, não tenho tempo de cozinhar e blá, blá, blá, pode ser que não seja o seu momento para isso.

Ter uma vida saudável é um compromisso consigo mesmo. O mundo não vai parar de oferecer gostosuras que vão atrapalhar a sua dieta porque você decidiu que agora quer mudar seu corpo. A sociedade, sua família, seus amigos, não vão te acompanhar no seu novo estilo de vida. Pelo contrário, muitos vão te criticar, não vão entender o porque, vão sempre te oferecer aquele “só um pedacinho”.

A sua relação com a comida tem que ser uma relação de comer para se nutrir, para ter prazer, para ter saciedade, e não para se entupir, para passar mal, para afogar seus sentimentos difíceis de lidar na comida. Se você considera que desconta sua ansiedade na comida, você precisa primeiro tratar o seu emocional, porque quando tentamos passar por processos de reeducação alimentar sem estar com nosso emocional controlado, a tendência é em momentos de desequilíbrio colocar tudo a perder.

Feita essa longa introdução, que acho extremamente necessária para falar sobre dicas práticas, vou resumir a pergunta do título desse post (quero emagrecer: por onde começar?) em 5 respostas, e em outros posts, vou destrinchar cada um deles com mais detalhes.

1. Cuide do seu emocional: se precisar de ajuda, indico fortemente o acompanhamento de um profissional para te ajudar a encarar esse processo com leveza e naturalidade. Eu fiz 6 sessões de coach de emagrecimento com a Priscila Azevedo. As sessões são todas online e a Pri te auxilia a entender sua relação com a alimentação e a colocar todas as suas áreas da vida (pessoal, profissional, com amigos, com a família, com os filhos) em equilíbrio. A Pri não prescreve dieta ou planos alimentares. Ela dá dicas sobre alimentação, mas o foco é realmente cuidar do seu emocional, onde o emagrecimento vem como uma consequência. Contato da Pri – (19) 98129-5858

2. Comida de Verdade: tenha como base da sua alimentação comida de verdade: legumes, verduras, grãos, nuts, frutas… evite ao máximo alimentos industrializados, e quando os consumir, LEIA O RÓTULO. Alimentos com longas listas e ingredientes com nomes complicados que você não sabe nem do que se trata não devem ser a base da nossa alimentação. Pelo menos por um período, deixe açúcar refinado e farinha de trigo branca para ocasiões especiais, situações esporádicas. Não precisa existir terrorismo nutricional, mas a rotina tem que ser feita de hábitos saudáveis.

3. Hidratação: adoro acompanhar o instagram e especialmente os stories da Lara Nesteruk, uma nutricionista incrível!!! Ela diz que as pessoas costumam superestimar a fome, vivem morrendo de fome, e subestimar a sede, nunca têm sede. A ingestão de uma quantidade adequada de água, vai além de te manter hidratado, te livrar de beliscos em muitos momentos do dia, quando você acha que está com fome, mas na verdade está com sede. Carregue uma garrafa de água como seu terceiro braço, e ao primeiro sinal de boca seca, tome água!

4. Exercícios Físicos: o exercício físico sozinho, se você comer loucamente, não vai te ajudar a emagrecer. A proporção é mais ou menos assim – 80% é alimentação e 20% é exercício. Abdominal não vai secar barriga de ninguém, o que vai secar barriga é alimentação adequada, grava isso! Porém, o exercício físico é IMPRESCINDÍVEL para te manter vivo, para te proporcionar saúde, longevidade, autonomia, uma velhice saudável, fortalecer sua musculatura, endurecer o que vai amolecer com a perda de gordura. Não tem negociação, exercício físico tem que fazer parte da sua rotina. Ponto final, tem que fazer! Encontre algo que te dê prazer para criar o hábito, e depois vá migrando e incluindo outras atividades. Detesta musculação e está no sedentarismo? Não vá começar por musculação, isso vai te frustrar e te desmotivar. Há muitas possibilidades de mexer o corpo, todo mundo com certeza tem alguma que dá prazer.

5. Planejamento: vai passar o dia todo fora, não se planejou para levar um lanchinho nutritivo com você? A chance de se jogar em alguma coisa que não seria a sua opção em um momento de querer perder peso será grande!!!!! O planejamento é necessário para qualquer coisa na vida, e especialmente para quem quer perder peso, se organizar e se planejar para conseguir encaixar os exercícios na rotina e a compra e/ou preparação de refeições adequadas tem que ser prioridade.

É muita coisa para falar a respeito, então, semanalmente teremos 2 posts sobre o tema para conseguir entrar com mais detalhes em cada ponto ok?

Espero que gostem.

Beijos – Mari

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.