Como Calcular a Quantidade de Comida para Festas

Em agosto publiquei para vocês um post com dicas de como calcular a quantidade de bebidas para festas. Hoje as dicas são de como calcular a quantidade de comida para festas, que considero bem mais difícil que a parte das bebidas, isso porque você tem uma variedade enorme de possibilidades do que servir, terá interferência de horário, da quantidade de adultos e crianças… não acho ser uma tarefa fácil mesmo. Vou tentar dar dicas gerais, e se surgirem dúvidas vocês deixem nos comentários.

Vou dividir o post em algumas possibilidades que normalmente são servidas em festas para tentar deixar mais claro.

Mas antes, vamos relembrar a regrinha do número de convidados que falei no post sobre bebidas.

“As crianças de 3 a 12 anos de idade não precisam ser contadas como um adulto, então a conta é, a cada duas crianças dessa faixa etária, você conta como 1 convidado.

Por exemplo, se você convidou 50 adultos e 20 crianças de 3 a 12 anos, você fará o cálculo com base em 60 convidados (50 adultos + 20 crianças dividido por 2).

Os menores de 3 anos não precisam ser contados, a não ser que a festa seja com grande parte dos convidados nessa faixa etária, que aí deveria exigir opções mais apropriadas para os pequenos”.

Pronto, número de convidados definido, vamos às quantidades.

Salgadinhos

Coxinha, bolinho de queijo, esfiha, kibe, pão de queijo, tudo nas opções mini, tamanho coquetel. Se a comemoração tiver somente salgadinhos no cardápio de salgados, eu recomendo a conta de 10 salgadinhos por pessoa. Por mais que a pessoa coma, tem uma hora que essas opções “estufam”, e somente uma parte dos convidados passará desse número, sendo que outra não chegará nos 10. Então é uma média. Agora, se os seus convidados, na maioria, são loucos por salgadinhos, aumente um pouco o número, para 12 por pessoa, por exemplo.

Se forem servidas outras opções, como sanduíches, por exemplo, a quantidade pode ser reduzida para 5 salgadinhos por convidado. Normalmente os salgadinhos são servidos no início da festa, e quando os sanduíches passam a ser opções, eles vão sendo deixados de lado.

Sanduíches

A Panela de Duas costuma fazer muitas entregas para comemorações e confraternizações com sanduíches individuais. São sanduíches que valem por 2 ou mais salgadinhos, dependendo do recheio. Se as opções forem somente os sanduíches, nossa sugestão é de 5 unidades por pessoa. Se forem servidos salgadinhos também, a quantidade pode ser reduzida para 3 unidades e meia por convidado.

Churrasco

Para o churrasco a quantidade de carne sugerida é de meio kilo por pessoa, porém, eu considero que isso precisa ser avaliado de acordo com o tipo de convidado – homens, mulheres, crianças. Se na maioria os convidados são homens, ok essa quantidade. Se boa parte da lista for de mulheres e crianças, a redução para 350 gramas por pessoa é suficiente.

Almoço / Jantar

No caso de um almoço ou jantar é bem difícil definir uma conta exata, pois os alimentos apresentam uma grande variação de peso. Mas, no geral, o cálculo de 400 gramas no total de comida por pessoa é suficiente, porque alguns vão comer mais que isso, e outros menos, sendo que essa divisão poderia ser feita assim: 150 gramas de proteína + 150 gramas de carboidrato + 100 gramas de acompanhamento.

Bolo

O cálculo do bolo é de normalmente 100 gramas por pessoa, mas essa quantidade é considerando pedaços muito bem servidos, o que depois de tantos comes e bebes, normalmente não corresponde ao consumo real. Então, se sua festa tiver boas opções salgadas e também docinhos, reduzir essa quantidade para 70 gramas por pessoa ainda te dará uma boa margem de segurança. Agora, se não tiverem os docinhos e for algo mais reduzido nas opções salgadas, mantenha as 100 gramas.

Docinhos

O cálculo padrão é de 5 docinhos por pessoa. Mas fique atento se outras sobremesas, frutas, e opções doces serão servidas, além do tamanho do docinho. Aqui em casa, quando faço comemorações simples, com bolo e docinho somente, normalmente não sobram docinhos com a conta de 5 para cada um. Quando incluo frutas, biscoitos, e demais opções, acaba sobrando. Então, considere tudo que você terá de doce na festa para determinar essa quantidade.

Sempre que pesquisei posts com esse tipo de dicas, achei tudo muito padronizado, e quando aplicava na prática, não correspondia muito ao consumo real. Então, essas foram dicas do que vivo nas festas e comemorações que faço por aqui, algo bem real mesmo, considerando ainda minha família, onde temos uma boa parcela muito boa de garfo! rs

Espero que tenha conseguido ajudar vocês! E se você gosta de festas caseiras, não deixe de conhecer o  Plano de Festas da Vida Festeira, que é um manual com dicas e check lists completos para quem gosta de fazer festa em casa. Vale a pena!!!

Beijos – Mari

Deixe seu comentário