Bolo Gelado de Coco – Receita Fácil

Entre as comemorações dos dois anos do Luleco, fizemos um bolinho em casa, somente para uma pequena parte da minha grande família, e decidi testar a receita de um bolo de coco gelado, ou bolo toalha felpuda, como é conhecido por muita gente.

Esse bolo lembra muito as comemorações dos anos 80 – 90, onde o bolo da mesa era, na verdade, uma caixa de isopor decorada, com os pedaços de bolo embrulhados no papel alumínio armazenados lá dentro. Quem lembra? Ô época boa!!!!

Eu já servi esse bolo em dois aniversários da Nina e foi sucesso absoluto! Mas sempre comprei pronto. Como a receita foi bem fácil e deu super certo, nesse ano aluguei um bolo fake para a mesa do niver das crianças, e vou fazer o bolo de coco gelado para servir. Mas ele estará guardado na geladeira mesmo, sem isopor decorado (nada contra isopores decorados… rs).

A receita é do livro de receitas da Ana Maria Braga, Mais Você 10 anos.

Ingredientes

MASSA

5 ovos (claras e gemas separadas)

2 xic. chá de farinha de trigo

2 xic. chá de açúcar

1 xic. chá de leite fervendo

1/2 col. sopa de fermento em pó

CALDA

100 ml de leite de coco

2 xic. chá de leite

4 col. sopa de açúcar

250 gramas de coco ralado (fresco ou desidratado)

MONTAGEM

Papel alumínio

 

Modo de Preparo

MASSA

Bata as claras em neve até o ponto de picos firmes (velocidade média da batedeira). Acrescente as gemas e continue batendo. Junte o açúcar, diminua a velocidade, misture a farinha, o leite e, por último, o fermento.

Despeje a massa em uma assadeira retangular (15 cm x 30 cm) untada e enfarinhada. Leve ao forno médio por 40 minutos ou até dourar. Retire do forno e deixe esfriar.

CALDA

Numa vasilha, misture todos os ingredientes.

MONTAGEM

Você pode despejar a calda em todo bolo, e aí embrulhar os pedaços no papel alumínio individualmente, ou colocar cada pedaço em um pedaço de papel alumínio e distribuir a calda individualmente. Deixar na geladeira por pelo menos duas horas, antes de consumir.

E aí, quem vai fazer?

Beijos – Mari

Deixe seu comentário