Seven Days of Life – por Karim Scharf (Day 5)

Mais um dia do projeto “Seven Days of Life“. Depois do turbilhão de emoções do Quarto Dia, o Quinto Dia foi de calmaria e amor, apesar de ter sido a data em que meu padrinho foi velado. A nova vida trouxe paz e conforto para a vida que foi seguir em outro plano.

A Karim chegou em casa perto do horário do almoço. Eu ainda de pijama, descabelada, sem nem os dentes ter escovado ainda. Todos haviam saído para se despedir do meu padrinho e eu passei a manhã sozinha com o Luli. Pelas minhas recordações, ele passou a manhã tranquilo, mas aproveitei a calmaria para descansar um pouco mais, pois o dia anterior havia sido muito pesado.

Aproveitamos então para fotografar o banho do pequeno. Com a pia na banheira e tudo improvisado, como é até hoje. Nada daquela beleza de banheiros e quartos projetados. Tudo no meu banheiro, sem glamour, mas com o que funciona por aqui. Vou descrever para vocês o que sinto vendo essas imagens, de um simples banho, mas que me traz muitas recordações e aprendizados, principalmente quando comparo os primeiros banhos do Luli com os primeiros banhos da Nina.

Pode esfregar o bebê que ele não quebra não… por baixo do pescocinho, as dobrinhas todas. Ele vai fazer caretas, mas não significa que não esteja gostando. O bebê vai se mexer e escorregar, então, a pinça debaixo do bracinho tem que ser firme. E não esquece de ir jogando água nas partes que não estão imersas na água para o bebê não sentir frio. Parece ser muita coisa e, de fato, quando fazermos isso nas primeiras vezes é! Mas aprendemos incrivelmente rápido. São momentos em que o instinto materno aflora com toda a força.

DSC_8969 DSC_8972 DSC_8983 DSC_8991

Chega a hora de mudar o bebê de posição. É tenso se ajeitar para ele não escorregar e não se sentir tão incomodado. Sei lá como a gente se acha e dá certo. E a maioria deles ama ficar de bruços na água. DSC_8994 DSC_9002

Se tem a ajuda do papai, tudo fica mais fácil :-) E aí eu digo que essas embalagens que você precisa de uma mão para despejar o produto e outra para segurar não são funcionais para o banho de um recém nascido….rs. DSC_9004 DSC_9009

Normalmente eles não gostam de estar de bruços e serem colocados de novo de barriga para cima. Eles choooooooooooram. Mas em poucos dias se acostumam e esse desespero passa.

DSC_9011

Banho dado é a hora de secar e trocar. Em cima de um colchão de academia na pia do banheiro mesmo. Minha bancada é grande e facilitou muito fazer tudo no mesmo lugar até eu me sentir segura para levar o Luli enrolado na toalha para terminar tudo no quarto. Porque sou mãe de segunda viagem, mas ainda tenho minhas inseguranças.

DSC_9017 DSC_9019

Aflição total limpar umbigo. Tinha com a Nina e tive dessa vez também. E os dois foram danados. O dito cujo só foi cair depois de 10 dias. DSC_9025

Mamãe leva pezada na cara e nem liga. E a diferença das pernas de pernil do Luli de hoje para essas perninhas de rã… hahahahahahaha. Mas eu já achava essas pernocas finas lindonas de mais! DSC_9037

É muita curiosidade para ver os cuidados com um bebezinho tão pequeno. O olhar da Nina observando o irmão me emociona até hoje! DSC_9040

E pega o bebê com um braço e com o outro dá uma ajeitada nas coisas para terminar. DSC_9041 DSC_9045

Banho quentinho, o soninho bateu. Tinha que escovar a cabeleira para ajeitar as costeletas. DSC_9068

E depois do banho o pituco foi para o chamego da família. Ser acarinhado e mimado pela dinda, pelos avós, pelo papai e pela irmã. Registros que serão guardados para sempre! DSC_9094

Não existem avós mais babões que esses!!! DSC_9099 DSC_9110 DSC_9114 DSC_9120 DSC_9124 DSC_9138 DSC_9140

Que saudades que dá desse bebezinho!!!!

Beijos – Mari

Deixe seu comentário

4 comentários

  1. Nagela Cardoso comentou:

    Mari,

    Yuri lindo, vc maravilhosa, nina nem preciso falar, mas é muito gosto pessoal, porque eu não faria um ensaio assim, vejo como exposição de um momento muito intimo, engraçado né?! Não critico quem faz, acho lindo!! Mas eu não faria não!!! Imagino q um dia vc vai rever estas imagens com saudades, mas eu prefiro guarda-las apenas em minha memória.

    1. Eu amei fazer esse ensaio! Mas vai muito da relação com a fotógrafa também. E, olha, vou te dizer que vários dos momentos que hoje vejo nas fotos, já tinham fugido da minha memória! São registros que se não tivesse feito, certamente não lembraria com tanta clareza. Beijão

  2. Neima comentou:

    Mari, que coisa mais linda! Já deu vontade de ter mais um RN, ahahahah.
    Sabe que nunca tive medo de limpar umbigo? Os dois aqui de casa caíram bem rápido, menos de uma semana, de tanto que eu limpava, rs.
    E o Luli se comportou super bem, hein. Dudu odiou os primeiros banhos:s

    1. Nem me fale Ne. Olhando as fotos dá vontade também…. ai meu Deus, já passou a vontade kkkkkkkkkkkk