Como Montar o Quarto do Bebê

Mami_e_mais (4)

Quando uma mulher está grávida, tem duas coisas que acredito que geram bastante ansiedade (pelo menos para mim, gerou nas duas gestações), montar o enxoval e o quarto do bebê. O post que fiz sobre o enxoval do recém nascido é um dos mais acessados aqui no blog, mesmo já tendo mais de um ano.

Sobre o quarto das crianças, eu não contratei ninguém para montar os quartos do Yuri e da Marina. Fui seguindo meu instinto, me inspirando em pesquisas na internet, em revistas de decorações. Até procurei algumas orientações, mas acabei indo por minha cabeça mesmo.

Aí a equipe do Westwing preparou um conteúdo exclusivo para o blog com dicas para essa tarefa de montar o quarto dos bebês. Achei que ficou super legal e hoje vou compartilhar com vocês, dando também a minha opinião pessoal sobre alguns tópicos.

Mami_e_mais (2)

O ideal é começar a decorar e mobiliar o espaço entre 20 e 24 semanas de gestação, momento em que a mãe estará mais disposta e com um tempo relativamente longo até a chegada do bebê, para encontrar com calma o que realmente quer.

É legal se programar para que os móveis estejam montados e o quarto pintado até a 36ª semana de gestação. Cortinas, tapetes, trocador e enfeites podem ser comprados entre a 27ª a 32ª semanas.

Mami_e_mais (5)

Planeje para que o armário ou a cômoda esteja no lugar, limpo e higienizado para guardar as peças lavadas entre 33 a 36 semanas.

Mami_e_mais (1)

Em um piscar de olhos os bebês começam a engatinhar, andar e explorar o seu espaço. Então, é importante pensar na segurança do cômodo e não colocar móveis com quinas pontiagudas. Conforme o bebê crescer, pode ser que seja necessário proteger tomadas, portas, armários, gavetas. Com a Nina eu não precisei me preocupar com isso, já que ela nunca foi de mexer em coisas que não podia. Já com o Yuri, daqui uns meses descobrirei…rs.

Com o crescimento acelerado dos bebês, é interessante o uso de móveis multifuncionais. Berços que viram camas, por exemplo, crescem junto com as crianças.

Mami_e_mais (2).

Embora muitos pais optem por cores claras, a presença de tons mais fortes pode atiçar a curiosidade e ajudar no desenvolvimento das crianças. Por isso, coloque estrategicamente formas, texturas e imagens estimulantes perto do berço e do trocador. O Luli tem amado o papel de parede e a pipa que fica na parede do berço!!!

Se o ambiente possuir piso frio, é interessante o uso de tapetes. Além de esquentarem o quarto, esses produtos protegem os joelhinhos dos bebês que estão começando a engatinhar. Só fique atento para não colocar tapetes que juntam muito pó, pois alguns bebês são alérgicos e isso pode ser mais um problema do que uma solução.

Abaixo, estão listados alguns itens que normalmente compramos para o quarto do bebê. Alguns acho imprescindíveis, outros acho que dá para improvisar, e outros dá para viver sem. Mantive todos para cada um avaliar sua necessidade:

Mami_e_mais (1)

* Porta-algodão / Porta-Cotonete: quando montei o quarto do Yuri não comprei. Depois senti falta do porta-algodão. O porta-cotonete achei desnecessário, pois tenho usado aqueles que já vem em um potinho com tampa.

* Lugar para troca (pode ser um trocador acolchoado, de preferência plastificado): claro que você pode trocar o bebê em qualquer lugar, na cama, no sofá, até no chão…rs. Mas um trocador em cima de uma cômoda alta ajuda muito, já que trocar fraldas está entre as principais atividades que uma mãe de bebê executa durante o dia. Eu acho os trocadores americanos os melhores.

* Cortador ou tesourinha de unha: tem que ter. As unhas dos bebês crescem na velocidade da luz e, em pouco tempo, a lixa não dá mais conta do recado. Tem que cortar mesmo.

* Banheira: você também pode dar banho no balde, na bacia, no chuveiro, mas uma banheira alta, para que você não precise ficar “corcunda”, ajuda bastante.

* Cômoda: Entre um armário e uma cômoda, eu acho a cômoda mais funcional, pois nela você pode colocar o trocador. Se puder ter os dois, ótimo, se tiver que escolher, eu escolheria a cômoda, a não ser que você faça  aqueles projetos com um trocador dentro do armário.

* Berço: a criança também pode dormir em diversos lugares, mas eu acho importante ela ter o seu cantinho, principalmente para o sono noturno.

* Lençóis e fronhas: independente do lugar que a criança vá dormir, é mais higiênico que ela tenha suas próprias roupas de cama.

* Mosquiteiro: para mim não é necessário, mas para quem mora em regiões muito quentes e que têm muito inseto, é imprescindível.

* Sabonete e xampu neutros: não vai rolar o bebê usar os produtos de higiene da mamãe, então, tem que ter.

* Canguru ou sling: com a Nina não usei nunca, com o Luli uso praticamente todos os dias! Vai muito da rotina e do estilo de vida de cada um.

* Toalhas com capuz: uma toalha com capuz ajuda bastante, mas a sem capuz também permite secar o bebê.

* Carrinho e bebê conforto: se você não quiser estar com o bebê no colo o tempo todo e em todos os passeios que faz, um carrinho é imprescindível. Se você sai com o bebê de carro o bebê conforto é obrigatório.

* Babá eletrônica: optei por colocar meus filhos dormindo no berço desde o dia que chegamos da maternidade e isso só foi possível com uma babá eletrônica. Se o bebê vai dormir no quarto dos pais, aí não precisa.

* Almofada de amamentação: é bem funcional, mas se o orçamento for curto, qualquer almofada ou travesseiro resolvem o problema.

* Poltrona de amamentação: eu comprei e não me arrependo. Já escrevi um post bem completo sobre isso.

* Babadores: eu uso desde os primeiros dias de vida, quando o bebê regurgita. Depois quando baba, quando começa a comer. Na minha opinião, pode comprar sem medo, pois usa muito!

* Mamadeiras e bicos: não é imprescindível se você conseguir amamentar. Para quem faz o enxoval no exterior já vale a pena trazer, para quem compra tudo aqui dá para esperar a necessidade.

* Esterilizador para mamadeiras: tem post completinho também sobre esse produto.

* Fraldas de pano / Paninhos de boca: uso tanto quanto babador e não dá para usar o mesmo o dia todo, pois vai ficando fedido de leite azedo…rs, então, para mim, é item imprescindível.

* Abajur: aqui é mais decorativo do que funcional, já que o Yuri dorme a noite toda, mas acho que é bacana ter sim.

E então, gostaram do post? Me digam o que acharam, pois podemos desenvolver, em parceria com a Westing, mais conteúdos sobre decoração para vocês!!!!

Beijos e bom final de semana – Mari

Deixe seu comentário

1 comentário