Categorias:A Rotina  • As Dificuldades  • Maternidade

Minha Nova Rotina: Como a Nina participa das Tarefas Diárias

•  por  •  postado em

Continuando os posts da semana sobre a minha nova rotina, hoje vou contar para vocês como consigo (ou tento conseguir) fazer as coisas em casa com a Nina comigo.

Vamos primeiro voltar um pouco no tempo. Desde que a Nina nasceu, ela sempre ficou bastante tempo no carrinho, nos tapetinhos de atividades, deitadinha e depois sentada no sofá ou na cama (sempre comigo ao lado). Ela ficava pouco no colo. Não que eu seja contra bebês no colo, mas foi algo que em casa aconteceu meio que naturalmente. Eu preferia entreter ela com brincadeiras, músicas, passeios no carrinho, do que no colo.

E assim os meses foram se passando, a Nina foi crescendo, eu diria que de forma “independente”. Hoje em dia, ela pede colo quando está manhosinha, com sono, com alguma dorzinha ou indisposição. Mas se está tudo bem ela tá solta no chão, engatinhando, brincando, se escorando nas coisas para ficar de pé. Porém, apesar dela não necessariamente precisar estar no colo, eu SEMPRE tenho que estar por perto e no campo de visão dela. Se estamos na sala e eu vou na cozinha pegar um copo de água, lá vem meu grude atrás de mim engatinhando e chamando “mamãe”. Isso só não acontece quando ela está muitooooo entretida com algum brinquedo ou desenho passando na TV.

Bom, e aí sempre tem alguma coisa que precisamos fazer em casa, e lá está nosso chicletinho atrás da gente querendo atenção. Então, a forma que encontrei de fazer as coisas quando estou sozinha com a Nina, ou quando o papai ou outra pessoa não serve e só a mamãe dá jeito, é fazer ela participar de tudo que seja possível. Antes de começar qualquer atividade eu explico o que vamos fazer, porque estamos fazendo, e pergunto: vamos ajudar a mamãe? E ela vem toda feliz!!!! Incrível como na idade dela, apesar das palavras não serem verbalizadas, ela entende absolutamente TUDO! Para ficar mais tangível, vou contar sobre as atividades que fazemos juntas para vocês.

Lavar roupa

Quando eu falo que vamos colocar a roupa para lavar, levo os cestos de roupa suja para a lavanderia, e peço para ela pegar a bacia. Ela vai toda jeitosinha e delicada, puxa a bacia, e senta do lado de um cesto. Como ela me vê tirando as roupas do cesto e separando em montinhos, ela vai fazendo a mesma coisa. Vai pegando as roupas e colocando na bacia e fica super concentrada fazendo isso!!! E eu vou pedindo qual eu quero para separar e ela vai me dando. Sempre peço por favor, e digo obrigada quando ela me dá o que pedi.

Na hora que vamos colocar a roupa na máquina aviso: Nina, agora terminamos de separar a roupa, vamos colocar tudo dentro da máquina. Ela engatinha até a máquina e fica de pezinha esperando o montinho de roupas para ela colocar. Eu sempre dou um montinho com roupas dela, porque as minhas e do meu marido são grandes e pesadas. E lá vai ela, colocando peça a peça dentro da máquina.

NinaAjudando

Ajudando a mami colocar a tonelada de roupa suja para lavar…

Quando terminamos, pego a mãozinha dela e ela me ajuda a fechar a porta da máquina. Eu coloco os produtos na gavetinha para lavar a roupa e mostro quais os botões que ela tem que apertar. Ela ainda passa um tempinho de pé olhando a máquina funcionar. E pronto! Sem birra, sem choro, concluímos uma etapa…rs.

Estender e tirar roupa do varal

Na hora de estender a roupa, dou o cestinho de pregadores para ela, e ela vai me dando um a um. Se eu demoro um pouquinho para pegar ela já chama: mamãe, mamãe! Digo que é para ela esperar um pouquinho e ela vai juntando os pregadores que não peguei em um montinho. Quando peço de novo ela volta a me dar um por um. Super ajudante!!!!

Na hora de recolher a roupa seca eu que dou os pregadores para ela guardar no cestinho, e ela vai guardando um por um. Se tem roupas no varal de chão, depois que tiro o pregador peço para ela pegar a roupa. Ela puxa e fica esperando eu pegar para dobrar.

Preparar as refeições

Nesses momentos não dá para ela ajudar ainda, porque é perigoso ela ficar em pé em cadeira ou banquinho comigo, além de eu estar mexendo com faca, vidro, etc. Então, eu faço ela participar dando papá para os nenéns. Ela busca suas bonecas e bichinhos, a cestinha de piquenique e de feira, e enquanto cozinho ela dá papá para os nenéns, coloca um por um na cadeirinha que ela senta para comer, e tira da cadeirinha, e coloca de novo, e faz os nenéns nanarem, e dá beijo nos nenéns, e abraça os nenéns. É de querer esmagar gente!!!!!

NinaeNenem

Nina cuidando dos nenéns enquanto eu preparo o jantar

E fala, e fala, e fala com aqueles nenéns. E me chama para mostrar tudo. E se escora na minhas pernas e pede colo. Aí eu pego um pouquinho e vou com ela para interagir com os nenéns. Ela se distrai de novo e mais um tempinho para eu conseguir fazer mais uma etapa do almoço ou do jantar. E ela vê a própria imagem refletida na máquina de lavar louça e se beija. Enfim, fica lá comigo. Brincando e participando do jeito dela. E eu, bem doida, canto, danço, pulo, mando beijo. Sempre interagindo. Se vou provar alguma coisa, dou para ela provar também, vou pegando os legumes, os temperos e mostrando pra ela o que é cada coisa, e dou uma de Ana Maria Braga explicando como faz aquele papá (loka, loka, loka). E ela adora!!!!

Arrumar a bagunça

Para arrumar a bagunça ela participa guardando os brinquedos na caixa, me dando as coisas que vou pedindo e me seguindo igual uma sombra pela casa. Enquanto arrumo a cama, inventei uma brincadeira de “jogar” o lençol ou o edredom em cima dela e brincar de cadê a nenê. Ela AMA!!!!! Tanto que depois que a cama já está arrumada ela fica se enfiando debaixo do edredom que fica na lateral esperando eu procurá-la e achá-la.

NinanoGuardaRoupas

Nina “arrumando” suas roupas no armário enquanto eu arrumava a outra bagunça da casa

Ir ao supermercado

As idas ao supermercado são um passeio para a Nina. Ela fica impaciente de ficar o tempo todo na cadeirinha do carrinho, então, vou revezando, um pouco na cadeirinha, um pouco no carrinho, um pouco no colo. Sempre dou alguma coisinha para ela beliscar, o que me permite fazer boa parte da compra tranqüila. Aí quando o belisco acaba, ela me ajuda a  pegar as frutas e verduras. Mostro qual a fruta ou verdura que ela tem que pegar e abro o saquinho. Ela vai colocando as coisas dentro dos saquinhos e fica ansiosa esperando qual será a próxima coisa que poderá pegar. E cada coisa que pego mostro o que é: esse é o mamão, essa a banana, esse o tomate, a alface… tem coisa que ela já sabe o que é. A banana ela já aponta e fala: anana. As outras coisas ela aponta e fala aquelas palavras enroladas que não dá para entender nada… hahahahaha. Quando passamos no corredor de papinhas e leite em pó ela aponta tudo dizendo: nham nham, papá, tetê. Sabe o que é tudoooooooo! E eu fico passada com tanta esperteza (mamãe coruja feelings… hehehehe).

foto (2)

Nossa última visita ao supermercado

Na hora de passar no caixa explico que vamos pagar tudo que pegamos e que ela tem que dar as coisas para a moça do caixa que é boazinha e vai nos ajudar terminar. E ela vai pegando uma coisinha por vez do carrinho e dando na mão da caixa. Enquanto isso eu vou colocando outras coisas do carrinho na esteira. Não fico travando a fila tá gente? rsrsrsrsrsrs. Ela vai ajudando e não fazendo tudo sozinha. Se tem 20 itens no carrinho, o tempo que ela tem é de dar 5 para a caixa.

Na hora de pagar ela me ajuda a digitar a senha, colocar e tirar o cartão da maquininha e sai feliz da vida dando tchau e mandando beijo para a caixa e o moço que empacota as compras, que já ficaram apaixonados por ela durante todo o processo (mamãe coruja feelings again).

E isso são alguns exemplos de como faço as coisas com a Nina.

Nada é imposto ou uma obrigação para a pequena. Eu convido ela a participar, e ela sempre quer participar!!! Se ela cansa no meio da atividade deixo ela à vontade para ir fazer outra coisa. O que é difícil, pois normalmente ela segue até o final. Ela fica com uma carinha de satisfação quando faz as coisas comigo que dá gosto de ver.

É fato que demoro muito mais para concluir uma tarefa com ela, do que se estivesse fazendo sozinha. E várias vezes parei na metade para dar atenção e brincar um pouquinho, para depois voltar e terminar.

Outra coisa que sempre faço também é incentivar e elogiar. A cada tarefa que ela faz, bato palmas, faço festa, dou beijinhos e parabenizo por ela ser tão esperta e ajudar a mamãe. Ela fica todaaaaaaa orgulhosa! Vocês não tem noção!

E acho que para ela, apesar de ser tudo lúdico e uma brincadeira, será ótimo para aos poucos ir desenvolvendo o senso de responsabilidade, organização, e participação nas tarefas do dia a dia.

Bom, e nos dias em que nada disso dá certo, se não tem papai em casa para ficar com ela, paro tudo e vou dar a atenção que ela quer. Porque ela é minha prioridade. A casa pode esperar.

E por aí, os pequenos participam com vocês das tarefas do dia a dia?

Beijos – Mari

14 comentários

  1. Carolina De Bolle em

    Ai Mariii, estou amando os posts!!!!!!Otimas idéias que vc me deu!!!!
    Só uma perguntinha em relacao ao post anterior… Quando a Nina fica doente e nao pode ir para escola, como vc faz? Quem fica com ela??? Bjao

    Responder
    1. Mary Brancatte em

      Carol, enquanto eu tinha empregada todos os dias, a Nina ficava com ela quando ficava doente. Depois que a empregada saiu, graças a Deus a Nina não adoeceu mais. Mas, quando acontecer eu ficarei com ela em home office, e se isso durar mais de 1 ou 2 dias terei que apelar para minha sogra ou minha mãe que moram no interior, pedindo que venham me ajudar. Ou tias que moram aqui em SP, ou minha irmã. É fogo, mas no final das contas vai acabar sobrando mais pra mim mesmo. Beijão

      Responder
  2. deborafazzio em

    Lembrei da minha infância!!! Fazia tudo com a D.Julia ou com a minha mãe. Acho que a Isabela vai ser igual. Obrigada por dar uma luz!!!!
    Tenho certeza que a Nina vai lembrar com muito carinho desse tempo juntas. Filhos precisam de tempo com os pais, sejam quantos minutos forem!
    É esse amor que faz crescer!!!
    Bjs

    Débora Paula Santos Fazzio
    http://blogmabel.wordpress.com/
    Enviado via iPhone

    >

    Responder
    1. Mary Brancatte em

      Que lindo seu comentário Dé. Mas é isso mesmo, eu tenho certeza que esses momentos são preciosos para a Nina, e claro, para mim também :) Beijos

      Responder
  3. Naiara em

    Olá. Acompanho os seus posts desde o início. Tenho um bebe de 8 meses e é muito bom ver como a sua está se desenvolvendo tão linda.
    Quanto tempo ela tem?
    Se aceitar sugestões, acho que seria interessante voce fazer posts sobre o desenvolvimento da Nina, como foi mês a mês e como está sendo a partir de agora. O que acha?

    Responder
    1. Mary Brancatte em

      Oi Naiara, a Nina tem 1 ano e 5 meses. Legal sua sugestão. Eu tenho uns cadernos de recordação com muitas coisas anotadas. Pode ser que faltem informações, mas gostei da idéia!!! Um post que farei logo mais será sobre como as coisas mudaram depois que ela completou 1 aninho. Pra mim as coisas ficaram beeeeeeeem mais fáceis. Obrigada pelo carinho. Beijos!

      Responder
      1. Naiara em

        Mary fico feliz que tenha gostado da ideia. Acredito que toda mãe, principalmente as de primeira viagem, ficam curiosas para saber o que esperar! qual a próxima etapa e se o seu bebe está com o desenvolvimento normal!
        eu pelo menos tenho MTAS duvidas! e fico feliz que as coisas melhoram depois do 1º ano! realmente esse começo é LINDO, mas dificil!rs. esse post será otimo!

        Responder
  4. Eduarda em

    Adorei essa ideia de participar! Tenho certeza que quando a Nina for maior, você e ela serão bem amigas, só por causa desses momentos deliciosos. Vou tentar fazer com a Oli, vamos ver o que vai dar, rrsrsrs
    Beijosss
    Duda

    Responder
    1. Mary Brancatte em

      Faz Duda!!!! Elas adoram! Para elas não é obrigação, é brincadeira :) Beijos

      Responder
  5. Marília em

    Li pensando… Ain que fofa.. Que linda! Ta de morder este post! Como está crescendo rápido essa neném!

    Responder
    1. Mary Brancatte em

      Estamos com muita saudade dinda!!!!

      Responder
  6. Sara em

    AIII MEU DEUS!!! Que vontade de abraçar e apertar essa Julia!!! Parabéns Mary!
    Lindo vocês duas!!!
    Eu também sou meio doida, meu bebê(5 meses) fica no carrinho na cozinha enquanto preparo almoço ou janta, ele brinca um pouco com os brinquedos, fica me observando, mas logo reclama… aí começo dançar, cantar, pular… rsrs … ele se diverte!
    Bjo

    Responder
    1. Mary Brancatte em

      hahahahaha. Eu sempre fiz isso com a Nina Sara. O duro é que às vezes ela quer que eu faça as palhaçadas que faço em casa em público, tipo na fila do supermercado, e aí não rola né?

      Responder
  7. Fátima em

    Nunca imaginei que iria achar a internet algo “legal” e útil. Muita coisa que acompanho da Nina só é possível pela net. Não moramos tão longe, porém parece que deixamos outras prioridades tomarem conta do nosso dia-a-dia. O tempo não volta e estou perdendo a convivência com a minha neta.

    Responder

Deixe seu comentário