Retrospectiva: Como descobri que estava Grávida

Muitas de vocês me conhecem há pouco tempo pelo blog e eu devo dizer que estou adorando essa interação e troca de experiências com tanta gente bacana, que tem demonstrado tanto carinho por mim e pela Nina. A tecnologia oferece a oportunidade de sensações meio loucas né gente? Vamos criando empatia e carinho por pessoas que nunca nem vimos pessoalmente, e isso é muito bom!!!!!

Quero cada vez mais conhecer vocês e achei que seria legal vocês me conhecerem melhor também. Por isso, decidi criar uma tag nova no blog – Retrospectiva. Nessa tag vou contar um pouco das experiências que vivi com a maternidade antes de criar este espaço.

Hoje vou começar do começo (rs) e contar para vocês como descobri que estava grávida da Nina.

Tudo começou na minha lua de mel. Eu e meu marido fizemos uma viagem de sonhos!!! Passamos duas semanas no Tahiti, um lugar paradisíaco!!!!! A foto abaixo não é de revista ou do google imagens. Eu juro que fui eu mesma que registrei essa imagem dos deuses da varanda do nosso bangalô. Era essa a vista que tínhamos quando acordávamos…

Tahiti

Muito inspirador e romântico né gente? Pois é, esse romantismo todo causou a maior confusão com o anticoncepcional. Até hoje não sei como, mas tomei mais comprimidos do que devia. Esquecer todo mundo esquece, mas eu quis ser diferente e tomei quase uma overdose de pílulas. Era uma terça-feira e eu já havia tomado os comprimidos da terça, da quarta, da quinta e da sexta!!!!!! É provável que o fuso horário tenha me confundido e me feito tomar mais de um comprimido no mesmo dia. Vai entender… era o destino.

Quando me dei conta disso, tive a brilhante idéia de parar a cartela na terça e voltar a tomar as pílulas no sábado para consertar as coisas (#soquenao). Acontece que na quinta-feira eu menstruei… uhuuuuuuuuuuuuu!!!! Coisa linda isso acontecer em plena lua de mel né???? E nesse cenárioooooo!!!! O consolo é que a viagem já estava acabando.

Bom, a viagem acabou, voltamos para a vida real e eu fiquei esperando o próximo ciclo para começar a nova cartela. Pequeno detalhe: esse ciclo nunca veio!!! Eu devo ter visto a cueca do meu marido jogada em algum lugar e já devo ter engravidado. Fui a maior prova de que uma vez é o suficiente.

Mas como descobri que estava grávida?

Voltamos da lua de mel no dia 27 de outubro de 2011. Lá pelo dia 10 de novembro comecei sentir os seios beeeeeeeeeeeeeeeeeeeem doloridos. A água do chuveiro caía, encostava e doía. Aí fui perguntar para uma amiga que já era mãe se ela tinha sentido isso e ela disse que a gestação dela foi toda louca e ela não tinha sentido nada que todo mundo sente. Fiquei na dúvida e segui a vida.

No dia 15 de novembro estava na casa de uma amiga que estava tentando engravidar, contei tudo pra ela e compramos juntas um teste na farmácia para cada uma. Foi cada uma para um banheiro e ambos os testes deram negativo (#chateada). Eu não estava planejando, mas já estava gostando da idéia e acho que no fundo queria ver duas listrinhas no teste. Não foi dessa vez.

Passaram-se uns dias e conversei com o meu marido sobre o que ele achava de eu parar de tomar o anticoncepcional, já que a bagunça estava feita e queríamos encomendar um baby no início do ano seguinte. Já era novembro, então, só estaríamos antecipando um pouco as coisas. Depois de muita conversa ele concordou, mas não contamos para ninguém para não rolar pressão e um espirro virar sintoma de gravidez, para os vovós ansiosos por um neto.

Depois deste teste negativo os meus seios doíam mais a cada dia e comecei a enjoar todos os dias de manhã. Chegou a data do ciclo e nada!!!! Como eu já tinha ouvido histórias de que quando faz confusão com o anticoncepcional é normal desregular tudo, continuei seguindo a vida.

Foi quando no dia 28 de novembro de 2011, uma segunda-feira, saí mais cedo do trabalho para buscar o carro na revisão. Enquanto estava na concessionária começou me dar uma super vontade de fazer xixi e eu vivi um dilema: faço ou não faço xixi? Isso porque eu estava em dúvida de fazer outro teste de farmácia neste dia. Decidi fazer xixi e não fazer o teste. Só que no caminho de volta pra casa decidi fazer o teste. Coisa de grávida né? Não sabe o que quer da vida… hehehehehehe. Parei na farmácia e comprei o esperado teste. Comprei um bem baratinho, porque achava que eu poderia estar com uma gravidez psicológica (louca, louca, louca).

Cheguei em casa sem a menor vontade de fazer xixi, li as instruções, fui para o banheiro e fiz a maior força do universo para cair uma gotinha de xixi no teste. Já que eu tinha decidido fazer tinha que ser naquela hora (quase nada ansiosa). Eu estava sozinha em casa, e para minha surpresa aquela gotinha de xixi fez aparecer duas listrinhas = POSITIVO! Fiquei meio paralisada! Liguei na hora para aquela amiga do dia do teste negativo e pedi que ela fosse para a minha casa naquele minuto (nós éramos vizinhas). Não agüentei esperar ela chegar e fui correndo na farmácia comprar outro teste (quase nada ansiosa parte 2).

Nesse meio tempo minha amiga chegou e eu tomei quase 1 litro de água em uns 10 minutos para ficar com muita vontade de fazer xixi bem rápido. Aí dessa vez não podia dar errado e eu fiz xixi no copinho para mergulhar o teste lá dentro. De novo – POSITIVO!!!! Nesse momento eu desabei a chorar desenfreadamente. Uma loucura de emoções. E minha amiga pulando igual uma gazela (sei lá se gazela pula) e gritando, e cantando e festejando e eu sentada com aquele teste na mão chorando, chorando, chorando, chorando…. de felicidade, de surpresa, de não sei mais o que, já que ser mãe SEMPRE foi o meu maior desejo!!!!

Bom, me recuperando liguei para meu marido e o diálogo foi mais ou menos assim:

Eu – Oi amor, tudo bem?

Marido – tudo bem e com você?

Eu – Tudo. Pode falar?

Marido – Posso.

Eu (em prantos e soluçando) – eu to grávidaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa…. buaaaaaaaaaaaaaaaaaa (quase nada ansiosa parte 3. Nem para pensar em contar de um jeito fofo)

Marido – Que?

Eu (em prantos e soluçando) – eu to grávidaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa…. buaaaaaaaaaaaaaaaaaa. Vem pra casaaaaaaaaaaaaaaaaaaa…. buaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Marido – tá bom, tá bom, to indo

Coitado, deve ter ficado mais perdido do que eu. Eu devia ter raciocinado e esperado para fazer uma surpresinha. Mas vocês puderam perceber que sou um pouco ansiosa né?

Ele chegou e eu já estava recuperada. Ficamos em êxtase e começamos a divulgar pra todo mundo, já que eu não sou dessas que espera o primeiro trimestre para comunicar (quase nada ansiosa parte 4). A felicidade era tanta que estava estampado na minha testa a frase: ESTOU GRÁVIDA!!!!! Para mim não fazia sentido esperar nada para publicar na primeira página do jornal que o que mais desejava no mundo tinha se tornado realidade.

No dia seguinte fiz o teste do laboratório e confirmado. Já estava grávida de 12 semanas. Melhor notícia do mundo, felicidade sem tamanho, um amor que nasceu ali e não parou de crescer até hoje!!!!!

Tive um sangramento leve no primeiro trimestre, fiz repouso, tomei uns remedinhos e tudo certo. Enjoei muito neste trimestre e peguei eca de queijo branco e melancia, mas o restante da gestação foi muito tranqüila. Não tive desejos específicos, mas tinha um pequeno problema. Não importava o que fosse, mas eu tinha vontade de comer qualquer coisa que outra pessoa estivesse comendo. Isso era um problema, porque até a coxinha que a personagem da novela comia eu queria comer e passei duas semanas em busca da coxinha que eu imaginava ter o mesmo gosto da que vi na telinha.

Diferente de muitas mulheres, eu AMEI ficar grávida. Foi o momento da vida que mais me amei como mulher (#narcisafeelings) e hoje em dia tenho muita saudade do meu barrigão.

Com 7 meses fiz uma sessão de fotos e vou compartilhar algumas imagens aqui com vocês. Quem fez as fotos foi a querida Karim Scharf (http://www.karimscharf.com/). Amo a Karim! Ela é uma pessoa muito querida e super profissional!!!!! As fotos foram feitas em casa e eu adorei o resultado.

Gest1 Gest2 Gest3 Gest4

Meninas, espero que vocês tenham gostado dessa tag. Adorei escrever e relembrar deste momento tão importante e marcante na minha vida. Vou ficar muito feliz se vocês fizerem uma retrospectiva da vida de vocês também, dividindo suas experiências e relembrando de bons momentos nos comentários.

Beijos – Mari

Deixe seu comentário

36 comentários

  1. Simone Medeiros comentou:

    Mari, bom dia!! Sempre olho seu blog de manhã no caminho do trabalho e estou aqui dando muita risada sozinha no fretado (devem achar que sou doida, mas ok!). Sua história eh linda e o jeito que vc conta se torna muito divertido!
    Comigo tb foi uma surpresa digamos assim, pois um médico disse que meu marido precisaria fazer uma cirurgia para que eu pudesse engravidar, sendo assim parei de tomar o remédio, já que as possibilidades eram bem remotas.. . No o próximo mês, tcharam eu estava grávida!! Fiquei hiper mega feliz, um presentão que o papai do céu me deu!! Beijos pra vc e pra princesinha da Nina!

    1. Si, é incrível, mas quando vc começa a conhecer as pessoas são muitos os casos de que o médico fala que vai ter que fazer x, y, z tratamentos e do nada o baby já tá instalado no ventre. Muito bom ser mãe né? Privilégio só das mulheres mesmo. Beijão

  2. Debora penha comentou:

    Mari dei muita risada!! Adorei ler sua historia! Bjs

    1. Que bom Dé! Saudades de você. O seu príncipe está lindoooooooooooo! Beijos

  3. Alê comentou:

    Mari, eu lembro que comemoramos o “niver do Beto…foi no sabado, anterior da “segunda “que confirmou que estava grávida.Bebemos, dançamos…e vc foi embora enjoada e meio tonta…lembra????? kkkk,já era a “Nina” dando sinais!!!!! bjs

    1. Alê, é verdade!!!Eu não lembrava dissooooooooo!!!! Fiquei de pilequinho na balada. Acho que por isso a Nina é tão risonha… kkkkkkkkk. Beijos

  4. Anna Catarina comentou:

    Oi mari! Estou acompanhando o seu blog há algum tempo! Descobri ele um pouquinho antes da minha pequena nascer! Ela esta com 40 dias! Adoro as suas dicas e a fofura da Nina!!!
    Eu descobri q estava gravida numa viagem a trabalho em fortaleza, sozinha, depois de um dia exaustivo ( carreguei muito peso!!!). Nao estávamos planejando e estava com vários problemas hormonais (minha medica chegou a me avisar q provavelmente teria q tomar um indutor de ovulação pra conseguir engravidar!!)
    Pois eu descobri num sábado a noite sozinha num hotel e guardei essa noticia até domingo a noite quando cheguei em casa e encontrei o marido!!! Mas confesso q soh acreditei mesmo na segunda feira quando mandei o exame de beta pra medica e ela me respondeu com Parabéns!!! Haha
    Parabéns pelo blog e pela mae dedica e apaixonada que vc mostra ser!!
    Beijos

    1. Anna, eu não sei como vc agüentou guardar a notícia sozinha!!! Socorro, eu já teria explodido. Certeza que teria ligado para meio mundo de Fortaleza mesmo… hahahahahaha.Super obrigada pelo carinho querida. Beijão

  5. Me senti parte do primeiro parágrafo kkkk me achei….
    Amei a sua história. Realmente não imaginamos como esse ser que deu origem a tantas novidades surgiu, né?
    Prometo que conto depois minha história com calma.
    E aí, quando vem a próxima cute baby???
    Bjs

    Débora Paula Santos Fazzio
    http://blogmabel.wordpress.com/
    Enviado via iPhone

    >

    1. Dé, por mim eu viveria de engravidar e parir… kkkkkkkk. Mas como as coisas não são tão simples assim, a fabriquinha abre de novo depois que a Nina completar 2 anos. Beijos

  6. Aline comentou:

    Hahaha, amei a historia Mari!! E vc pensava que iria vir essa coisinha linda e alegre como a Nina? A minha historia é um pouco estranha!! Estava voltando do trabalho em uma sexta feira quando eu simplesmente apaguei no carro. Bati em uma arvore e so fui acordar no hospital. Ao acordar, meu marido estava no quarto e estava aparentemente bem, só preocupado pois nenhum medico havia ido falar com ele.. Conversamos por mais ou menos 5 minutos, até o medico chegar,… Quando ele chegou, ele me avaliou e disse que nos iriamos receber alta naquele mesmo dia, nesse instante pensei “mas perai, so eu sofri o acidente, pq ele usou o NÓS??” E perguntei e ele apenas me respondeu ” é vc e o bebê” e virou as costas e foi embora…Naquela hora eu e meu marido paralizamos, nao sabiamos o qur fazer… Depois a ficha caiu e contamos para o mundo todo!!! E hoje meu bebezão Antonio esta conosco!! Depois de 16 anos eu resolvi ter mais um nenem, pq dá uma saudade!! Estou gravida e dessa vez é uma meninha, qie se chamara Helena!! Morro de medo, pois estou com 39 anos e nao sei se estou preparada para começar de novo, hahaha!! Mas enfim, estou louca para ver a Nina com um irmão ou irmã, imagina toda carinhosa!! Hehehe beijo e obrigada por nos proporcionar esse espaço!! Beijos na familia e principalmente na pequena Nina!!

    1. A Nina superou todas as minhas expectativas!!!! Menina, eu estou passada com a sua história!!!!! Ainda bem que vc não sabia que estava grávida quando o acidente aconteceu. Imagine a preocupação que você ficaria se já soubesse… Parabéns pela Helena! Que nome lindo. É uma das minhas alternativas se quando tiver outro for menina. Com certeza você está preparada sim. Aquela história de nasce um filho nasce uma mãe é a mais pura verdade. Você vai curtir muito depois de tanto tempo sem um bebezinho em casa. Estou louca para ver a Nina como irmã mais velha também… hahahahaha. Muito obrigada pelo carinho querida. AMEI seu comentário. Beijos

  7. Michelle Souza comentou:

    Oi Mari, descobri seu blog a pouco tempo e leio todos os posts desde então…tenho um príncipe Davi de um ano e um mês…me identifico super contigo…beijos na linda da Nina

  8. Samantha comentou:

    Ola como vai? Eu imagino que a minha pergunta nao seja bem por aqui, mas como nao sabia onde coloca-la achei melhor arriscar. Eu li a suas dicas de rotina e pretendo adapta-las ao meu bb que nasce na proxima semana. Eu comprei um moises para deixar do lado da cama nos primeiros dias… Vc ja deixou seu bb direto no bercinho?… E que como e novinho e a gte fica com aquela cisma se esta respirando e etc eu pretendia deixar um pouco no moises…. Vc acha que atrapalha dpois pra colocar no bercinho? Poderia dizer como fez e se sugere alguma coisa…
    Adoro o blog e leio td dia…
    Obrigada
    Bjs

    Ah desculpe a falta dos acentos e o teclado…

    1. Oi Sá, a Nina dormiu no berço desde o dia que chegou da maternidade. Eu acho que não atrapalha deixar no moisés para depois colocar no berço não. O que acho que atrapalha é se vc colocar o baby na cama. Eu optei por colocar a Nina no quarto dela desde o primeiro dia, pois queria que ela se acostumasse com o silêncio para dormir a noite, e como eu gosto de assistir TV antes de dormir, achei que ficaria mais à vontade para fazer minhas coisas com ela no cantinho dela. Não me arrependo. As primeiras noites foram praticamente em claro, assistindo a Nina na babá eletrônica e indo vê-la o tempo todo. Ela não teve refluxo, e isso ajuda né? Cada bebê é um bebê. Não deixe ela no berço se não se sentir segura. Siga seu instinto de mãe. A única dica que eu daria é que quanto mais cedo você ensina as coisas para o bebê, mais fácil é. Independente de onde ela for dormir crie o ritual do sono que ajuda muito. Até os três meses eu acho que os pequenos são bem adaptáveis. Parabéns pelo baby e manda notícias depois que ele nascer!!!! Beijão e super obrigada pelo carinho.

  9. Sara comentou:

    AMEI A HISTÓRIA!!!
    Eu sou ansiosa também!! mas consegui fazer uma surpresinha pro marido!! Descobri de manha e contei só atarde!! rsrs

  10. Livia comentou:

    Ansiosa parte nem sei qual: no dia que descobriu já contou pra todo mundo no trabalho!!!! Depois ficou pensando se foi precipitada….
    LINDA! Lembro direitinho…
    O blog esta demais!!!!
    Bjo
    Li

  11. Camila comentou:

    A amiga voltou a ser vizinha, continua pulando feito gazela enquanto acompanha a princess da alegria pela web. Vergonha, não?? Afinal, a amiga ainda é vizinha..kkk SAU-DA-DES!!!

  12. isabella comentou:

    Parabens pela filhota linda!!!! Fiquei curiosa com as datas…entao no primeiro teste vc ja estava com 10 semanas e deu negativo!???

  13. leticia comentou:

    Amei a historia, eu imagino como o seu marido ficou kkk todo feliz ,parabéns felicidade,eu estou tentando engravidar também,espero q não demore,bejosssssssssss

    1. Obrigada Leticia!!! Espero que esse baby venha rapidinho também ;). Boa sorte! Beijos

  14. Chorei de rir! Que engraçada a sua história!

  15. Suzana Grangeiro comentou:

    Sua história é bem parecida com a minha: tb fiquei grávida na lua de mel, tinha parado de tomar o anticoncepcional poucos dias antes do casamento e achava que não menstruava por ter parado com a pílula. Tinha 1 mês e 4 dias de casada qdo descobrimos a gravidez e eu já estava com quase 8 semanas. Agora estou com 21 semanas e esperando super ansiosa a chegada do meu gordinho Yuri. Pegando muitas dicas no seu blog que é ótimo. parabéns!

    1. Que legal Suzana!!!! Parabéns pelo Yuri!!!! Que delícia essa fase. E muito obrigada pelo carinho. Super beijo :-)

  16. bethania comentou:

    Adorei sua história é muita linda sabe nas últimas duas semanas ando sentindo meus peitos doloridos e inchados mas estou com medo de fazer exame e dar negativo já que estou tentando faz um tempinho ai ai tô me sentindo perdida

    1. Mas sua menstruação já está atrasada? Se estiver atrasada faz… se não estiver ainda espera mais um pouco porque pode ser que dê negativo de novo e aí fica gerando aquela frustração né?